[:es]O segmento gamer Bloody da A4Tech, lançado em 2012, sempre foi conhecido por seu design agressivo e fabricação de alta qualidade, com produtos que são muito populares, especialmente nos setores mais competitivos de jogadores de PC, e neste caso provamos o popular headset G500 Combat Gaming, que é escolhido tanto pela sua qualidade como por seu excelente preço.

O G500 vem embalado de modo conservador, conta com um suporte de plástico vermelho para manter o auricular e a fiação por trás, em conjunto com um plástico transparente que protege da fricção interna. A caixa é de boa qualidade e boa definição de impressão de todas as características do produto e o tradicional hot stamping de alguns detalhes brilhantes que elevam seu apelo. Por uma questão de manter os custos competitivos, esta é uma caixa tradicional e não incorpora o estilo de livro tampa aberta que nos permite inspecionar o objeto através de uma janela, como muitas vezes acontece com headsets mais caros.

A fabricação deste headset é um dos pontos mais altos que encontramos em toda a gama, bem como seu design atraente e agressivo direcionado ao público gamer, tem uma qualidade de materiais e nível de fabricação que poderia ser esperado em exemplares com o dobro do preço. As caixas dos alto-falantes estão construídas em PVC de boa qualidade, com um nível excepcional de terminação e acabamento texturizado combinando com vermelho brilhante acentuando o design, não apenas o torna muito atraente, mas também é de um excelente gosto.

O arco ajustável é construído em metal escovado, revestido de couro com acolchoado de alta qualidade, assim como as almofadas das orelhas. O material é altamente durável, assim não há necessidade de se preocupar com desgastes ou as tradicionais rachaduras que tendem a sofrer as alternativas mais econômicas. Ele também é costurado de uma forma muito estética, que continua a adicionar pontos para design geral.

Mas o importante ao falar de headsets é o som, tanto dos seus alto-falantes como o que capta seu microfone retrátil. Para começar, deve-se notar que o sistema usado para esconder o microfone e assim usá-lo apenas para ouvir: a mecânica adoptada é de um tubo de aço flexível, que se enrolado na carcaça esquerda, deixando apenas a ponta do receptor de modo que podemos estender confortavelmente. Além disso, o tubo de aço é uma grande alternativa de durabilidade, tirando vantagem a qualquer outro suporte de plástico ou de borracha.

TABELA DE ESPECIFICAÇÕES

Tipo de produto: Headset
Série: Bloody Gaming
Forma do Headset: Projeto circumaural
Tecnologia de conectividade: Wired
Microfone disponível: Sím
Modo de saída de Som: Estéreo
Resposta de freqüência: 20 – 20000 Hz
Impedância: 16 Ohm
Tipo: Boom
Controles: Volume
Tipo de conector: Headphones (miniteléfono estéreo 3,5 mm)
Cabos incluídos: Cabo para Headphones – 1.3 m
Conformidade: ISO 9002, RoHS
Serviço e suporte: Garantía limitada – 2 anos

Quanto ao som, talvez encontre o melhor equilíbrio entre qualidade e preço. O G500 inclui excelentes alto-falantes de ímã de neodímio de 40 milímetros com uma resposta de frequência 20-20000Hz, estéreo (sem nada de estranho para virtualizar), filtrado para realçar os médios e agudos, sendo excepcional para a maioria dos jogos, especialmente os disparos em MOBAs, mas talvez não tão versátil para os cinéfilos e amantes da música, pela franja que se encontra entre os médios e graves mais profundos. Esta equalização especial também proporciona um excelente desempenho em conversas, já que ao estar limitada a resposta dos graves, resulta em um som claro que melhora as vozes para uma boa comunicação no meio das partidas, acompanhado pelas almofadas que fornecem a cobertura completa na maioria das orelhas, pelo menos aquelas que não são muito grandes, e isolam perfeitamente sons externos.

No lado do microfone pode-se dizer que ele está dentro dos padrões e expectativas de qualquer obstinado jogador de multiplayers online, com uma resposta de frequência 50-16,000 Hz e uma sensibilidade de -58 dB. Capta a sua voz de forma adequada e filtra o som ambiente excepcionalmente, mas como o caminho tomado com o som dos alto-falantes é mais voltado para a clareza que a qualidade final, é um grande elemento para comunicação, mas talvez não para quem goste de gravar vozes para podcasts ou videoreviews, porque corta muito especificamente os graves e os máximos agudos para evitar a sobrecarga de comunicação.

TEST DE MICROFONE

Uma das melhores decisões que tomou A4Tech para expandir a versatilidade do G500 é o cabo plano, estilo fita em vez do tradicional redondo. Embora existam questões técnicas que o tornam mais suscetíveis à interferência, mas neste caso não houve nada similar, mesmo usando perto de um gabinete com vários coolers e uma bomba de watercooling em movimento. Teoricamente, estes tipos de cabo não têm o potencial para isolamento de frequência que têm os tradicionais, mas obviamente não se converteu em um contratempo. Por outro lado, ganha em conforto.

Os cabos tipo fita são caracterizados pela sua capacidade de evitar emaranhamento, e graças à sua flexibilidade, ele também desliza facilmente através de qualquer superfície, de modo que estamos a salvo de enganchá-lo com qualquer outro dispositivo que ocupe a nossa mesa, o que resultaria em muitas possibilidades de quebrar-se internamente.

Talvez a maior crítica que se pode fazer a este dispositivo é que, em busca de uma maior versatilidade, optaram por incorporar um botão para atender chamadas (ou play/pausa durante a reprodução de música) em vez da tradicional roda de controle de volume, devido à intenção de A4Tech de transformá-lo também em um headset para levar conectado a smartphones. Na verdade, o plug principal, ligado à carcaça, é um dos 3mm de 4 polaridades ao que devem usar um derivador incluído no pacote para separar alto-falante e microfone e assim conectar a computadores.

Aqueles que procuram controlar o volume e adicionar a virtualização deverão recorrer ao acessório Bloody G480, que também oferece conectividade USB, mas esse encarece amplamente (quase o mesmo preço do G500) a um dos produtos com melhor relação entre preço, desempenho e qualidade, o que não vale a pena.

Logo de testá-lo por longas horas, é clara a razão pela qual o Bloody G500 Combat Gaming Headset é um dos mais populares do mercado. Seu grande nível estético, excelente fabricação, detalhes de um desenvolvimento inteligente e seu baixo custo, coloca em apuros as ofertas de categorias menores e até mesmo aquelas que estão um degrau acima. Seus pontos baixos podem afetar a decisão dos que procuram um companheiro de mesa exclusivo, mas também pode ser uma vantagem para aqueles que precisam de um todo-o-terreno para acompanha-los o resto de suas vidas, de modo que tudo é relativo.

Esta avaliação foi realizada com uma amostra de imprensa fornecida pela A4Tech/Bloody.[:]

[:es][PT] Headset A4Tech Bloody G500 - Review[:pt][PT[:]
Design90%
Fabricaçao90%
Embalagem70%
Som80%
Preço100%
O bom:
  • Excelente qualidade dos materiais.
  • Os benefícios do cabo plano.
  • Incrível qualidade de som por seu preço.
O ruim:
  • Botão de chamada em vez de controle de volume.
84%Nota Final
Puntuación de los lectores: (0 Voto)
0%

Dejar una respuesta