O episódio 4 de A New Frontier, a nova temporada de The Walking Dead da Telltale deixa nossos heróis em uma situação complicada. Depois de serem traídos por Joan no final do capítulo anterior, Javi e David devem encontrar uma maneira de resgatar sua família e deixar os domínios do The New Frontier de uma vez por todas.

Thicker Than Water levanta a idéia de analisar mais os laços conflitantes que ligam nosso protagonista Javi com seu irmão David e sua cunhada Kate, e ao mesmo tempo navegar na complicada trama de falsa política e traições na cidade de Richmond. Neste duplo objetivo, infelizmente, o jogo perde algo de impulso, e por causa da curta duração do episódio algumas histórias que são apresentadas como interessantes no início, eventualmente, são resolvidas de forma muito apressada e tosca no final.

Thicker Than Water também tenta corrigir outra principal deficiência desta temporada: a ausência absoluta de quebra-cabeças. Com exceção de duas ou três pequenas interações, o episódio três careceu absolutamente pela falta deles, e neste quarto episódio temos pelo menos duas situações para explorar em pequenos ambientes e resolver situações específicas. Nenhuma dessas situações apresenta grande dificuldade, mas, pelo menos, contribui para que A New Frontier se sinta mais como um jogo e não como uma mera novela interativa.

Por outro lado, Thicker Than Water marcou a minha primeira morte nesta nova temporada de The Walking Dead. Pela primeira vez no jogo eu falhei em um Quick Time Event e tive que testemunhar como Javier era assassinado a facadas por um inimigo. Para ser franco, esta situação se deveu menos à minha incapacidade como jogador e sim mais pela incapacidade do jogo em comunicar exatamente qual tecla deveria apertar. Depois de tanto tempo desenvolvendo estes jogos é raro ver Telltale soltar a bola em algo tão simples como um indicador na tela durante uma cena QTE.

Voltando ao tema da narrativa, como já mencionado, este novo episódio levanta alguns elementos interessantes, mas deixa a desejar. A relação entre Javi, David e Kate é muito bem construída e parece genuína e trágica. Como jogador, o jogo consegue colocar-nos numa situação em que podemos ver e compreender os pontos de vista de David e Kate, enquanto surge o dilema de ter que se inclinar a um deles. Melhor ainda, o jogo deixa aberta a possibilidade de tentar se reconectar com David, enquanto acercamos a Javi a um relacionamento amoroso com sua cunhada, o que sem dúvida vai gerar mais dores de cabeça para o nosso protagonista.

Infelizmente, David e Kate, que são os personagens mais interessantes nesta temporada, passam a maior parte do episódio fora de cena. Quem toma o bastão neste momento é Gabe o sobrinho chato e pedante de Javi. Gabe é um dos piores personagens que Telltale construiu para esta série. O típico “Adolescente problemático” mal escrito e que só cria problemas, as interações de Javier com Gabe não são nada naturais e nada credíveis. Assim, a cada cena em que o menino toma o papel central se sente como um momento perdido no episódio.

Outro personagem que ganha impulso neste episódio é Joan, o líder de fato da Nova Fronteira, que em seu papel de antagonista deixa um pouco a desejar. A atitude de Joan e suas decisões neste capítulo beiram ao ridículo. Entende-se que os escritores da Telltale tentaram canalizar parte da ameaça de Negan neste personagem, mas nesse aspecto parece que foi um fracasso absoluto. Finalmente, Clementine reaparece neste capítulo, e suas interações com Javi seguem sendo interessantes episódio a episódio. O Flashback para a história passada de Clem não acrescenta muito nesta ocasião, mas suas ações no grupo de Javi e sua atitude para com A New Frontier são todas bem impressionantes.

Thicker Than Water termina com um autêntico cliffhanger depois de uma cena de extrema tensão e violência. Não vou entrar em detalhes sobre a narrativa da cena em questão, mas basta dizer que Telltale atingiu um novo ponto baixo em seu sistema de tomada de decisões. Uma coisa é que Telltalte gere uma ilusão de decisão que não é tal, algo a que estamos acostumados após várias temporadas de The Walking Dead e outros jogos similares. Mas outra coisa muito distinta é que Telltale nos roube uma decisão na cara. A ideia que os escritores da Telltale tentaram levantar nesta cena é talvez interessante. Mas sua execução foi mais do que pobre.

Em conclusão, The Walking Dead: A New Frontier deixa-nos de cara a seu capítulo final com mais dúvidas do que certezas. A temporada teve seus altos e baixos na narrativa e a fórmula da Telltale se sente mais gastada do que nunca, mas no coração de A New Frontier há uma história muito interessante que tem a Javier, David e Kate no centro. Esperemos que o capítulo final da temporada possa resolver estes problemas na narrativa, para pelo menos levar esta nova historia de zumbis a bom porto.

Esta avaliação foi realizada com uma cópia fornecida pelo estúdio de Telltale Games.

[PT] The Walking Dead: A New Frontier | Episodio 4: Thicker than Water – Review
História55%
Gameplay55%
Gráficos80%
Música e sons80%
O Bom:
  • Intensa e violenta cena final.
  • Embora sejam simples, pelo menos há quebra-cabeças.
  • Kate e David são personagens muito interessantes ...
O ruim:
  • ... mas o episódio gasta muito tempo em Gabe, que é o oposto de interessante.
  • A decisão final do episódio: uma mentira.
60%Nota Final
Puntuación de los lectores: (0 Votes)
0%

Dejar una respuesta