Alguns de vocês puderam ler a nossa análise da GeForce 1050 GTX Ti, uma GPU que acabou por ser nem mais nem menos do que substituta direta para a GTX 960. A GTX 1050, no entanto, acredita-se substituir a GTX 950, mas aparentemente não é o mesmo caso em termos de desempenho, notoriamente superando tanto o RX 460 AMD como a GTX 950 da Nvidia.

Ao igual que a GTX 1050 Ti, a GTX 1050 tem um limite de consumo de 75W e, neste caso, necessita de um conector PCI-E em alguns modelos com duplo fã, como no caso do modelo discutido nesta avaliação. O modelo G1 Gaming 2G da Gigabyte tem overclock de fábrica adicional, o sistema Windforce 2X, blackplate y LEDs RGB, ao igual que nas demais placas de série G1 Gaming.

A continuação poderá ver se a nova GPU Nvidia é igual ou melhor do que os seus antecessores da série 900, bem como se a relação custo / desempenho pode competir com a RX 460 da AMD. Começamos detalhando as características da placa:

ESPECIFICAÇÕES DA GIGABYTE GEFORCE GTX 1050 G1 GAMING 2G

  • Arquitetura de GPU:Pascal GP107
  • Processo de fabricação: 16nm
  • Núcleos CUDA: 640
  • ROPS: 32
  • Relógio Base:1417 /1531+ Mhz Modo Gaming
  • Relógio Boost:1442 / 1556+ MHz Modo OC
  • Memória:2 GB GDDR5
  • Velocidade de memória:7008 MHz
  • Bus:128 bits
  • Suporte SLI: no
  • Consumo:75 Watts (Fonte recomendada de 300w)
    • Conector de potencia:1 x 6 pinos PCI-E
  • Saidas de video: 1x Display Port-1.4 (Resolución Máxima: 7680×4320 @60 Hz)
  • 3x HDMI-2.0b (Resolución Máxima: 4096×2160 @60 Hz)
  • 1x Dual-link DVI-D
  • Dimensões: Largura=219mm / Comprimento=118 mm / Altura=40m

TABELA COMPARATIVA DE ESPECIFICAÇÕES

GeForce
GTX 950
Radeon
RX 460
GeForce
GTX 1050
GeForce
GTX 960
Radeon
R9 380
GeForce
GTX 1050 Ti
Gigabyte GTX 1050
G1 Gaming 2G
Radeon
RX 470
Radeon
R9 390
GeForce
GTX 970
Radeon
RX 480
GeForce GTX
1060 3 GB
Unidades de Shaders 768 896 640 1024 1792 768 640 2048 2560 1664 2304 1152
ROPs 32 16 32 32 32 32 32 32 64 56 32 48
Processador Gráfico GM206 Baffin GP107 GM206 Tonga GP107 GP107 Ellesmere Hawaii GM204 Ellesmere GP106
Transistores 2940M 3000M 3300M 2940M desconhecido 3300M 3300M 5700M 6200M 5200M 5700M 4400M
Tamanho de Memória 2 GB 4 GB 2 GB 2 GB 2 GB 4 GB 2 GB 4 GB 8 GB 4 GB 8 GB 3 GB
Tipo de Memória GDDR5 GDDR5 GDDR5 GDDR5 GDDR5 GDDR5 GDDR5 GDDR5 GDDR5 GDDR5 GDDR5 GDDR5
Ancho de Banda de Memoria 128 bit 128 bit 128 bit 128 bit 256 bit 128 bits 128 bit 256 bit 512 bit 256 bit 256 bit 192 bit
Relógio do Núcleo 1024 MHz+ 1200 MHz 1354 MHz+ 1127 MHz+ 970 MHz 1290 MHz+ 1417 MHz+ 1206 MHz 1000 MHz 1051 MHz+ 1266 MHz 1506 MHz+
Clock das Memorias 1653 MHz 1750 MHz 1752 MHz 1753 MHz 1375 MHz 1752 MHz 1752 MHz 1650 MHz 1500 MHz 1750 MHz 2000 MHz 2002 MHz
Preço (EE.UU.) $120 $120 $110 $175 $175 $140 $139 $170 $290 $235 $250 $210

GALERÍA DO PRODUTO

PACKAGING DA GIGABYTE GEFORCE GTX 1050

Dado que a arquitetura Pascal não suporta adaptadores (exceto VGA-Display Port) e ter um consumo mínimo de energia, a Gigabyte GTX 1050 não inclui qualquer conector adicional. Nós simplesmente encontramos a placa, manual e CD com drivers, que geralmente nunca usamos.

METODOLOGÍA DE TESTE

Para executar os valores de referência, usamos a seguinte PC e os nove jogos listados abaixo. Testamos de três a quatro vezes cada um dos benchmarks em 1080 e 1440p, enquanto que nesta review  (e futuras reviews), optamos por não incluir benchmarks em 4K com placas de 2GB de VRAM. As margens de cada teste ficaram com o melhor resultado de cada um dos jogos e o FPS médio.

HARDWARE UTILIZADO

  • Mother Gigabyte Z170XP-Sli 1151
  • Procesador Intel Core i7 6700k
  • Memorias Corsair Vengeance LPX DDR4 2x8GB 3200Mhz
  • SSD Kingston Hyper X Savage 480GB
  • Gigabyte GTX 1050 @ Drivers Geforce 375.57 WHQL
  • Fuente EVGA Supernova 850w Gold

BENCHMARKS

Como é habitual em PCMR LATAM, sempre que atualizamos nossos benchmarks com jogos recém lançados ou aqueles mais populares, procurando cobrir o maior número possível de gêneros. Desta vez vamos mostrar os resultados de benchmarks de nove jogos. Alguns com DirectX 11, outros com DirectX 11 e DirectX 12, e por ultimo um somente com DirectX 12, no caso de Gears of War 4.

Como muitos usuários sabem, a AMD lidera e levará a liderança no DirectX 12 até Nvidia lance uma nova arquitetura, de modo que os resultados de benchmarks vão ver que o desempenho Nvidia é geralmente negativo, ou não se beneficia como no caso do hardware do equipamento vermelho.

CONFIGURAÇÃO GRÁFICA UTILIZADA

RESULTADOS DE BENCHMARKS

Embora a 1050 GTX seja um pouco longe da 1050 GTX Ti, tanto pela sua diferença de VRAM como o poder, conseguiu em grande parte superar a GTX 950 e RX 460, os custos são semelhantes em nossa região.

CONFIGURAÇÃO GRÁFICA UTILIZADA

RESULTADOS DE BENCHMARKS

Aqui vemos como a 1050 GTX Gigabyte G1 Gaming consegue superar amplamente a GTX 950 e RX 460, inclusive alcançando e superando a 1050 GTX Ti, mesmo com a seus clocks de fábrica.

CONFIGURAÇÃO GRÁFICA UTILIZADA

RESULTADOS DE BENCHMARKS

Novamente, a 1050 GTX consegue superar a GTX 950 e RX 460, atingindo quase o mesmo desempenho GTX Ti 1050 de referência por apenas um par de quadros por segundo.

CONFIGURAÇÃO GRÁFICA UTILIZADA

RESULTADOS DE BENCHMARKS

O melhor título da série Far Cry atinge 40fps a 1080p em configurações Ultra e texturas HD jogando com GTX 1050 de Gigabyte, tem o mesmo desempenho alcançado com a GTX 1050 Ti de referência de 4GB de VRAM.

CONFIGURAÇÃO GRÁFICA UTILIZADA

RESULTADOS DE BENCHMARKS

A GTX 1050 nos permite jogar o início da nova saga no universo de Gears of War a 45fps em 1080p com preset Ultra. Nada mal para uma GPU cujo custo não excede u$s 140 nos EUA.

CONFIGURAÇÃO GRÁFICA UTILIZADA

RESULTADOS DE BENCHMARKS

HITMAN é atualmente um dos jogos de PC mais exigentes, porém a GTX 1050 da Gigabyte em 1080p e todos os detalhes para o máximo, consegue atingir e superar 40fps com esta placa de vídeo humilde, mas poderosa. Temos usado os mesmos drivers para a review  da GTX 1050 Ti, de modo que a anomalia de desempenho no que diz respeito a esta última, possivelmente devido a um patch do jogo que melhora a otimização e desempenho geral do jogo.

CONFIGURAÇÃO GRÁFICA UTILIZADA

RESULTADOS DE BENCHMARKS

A continuação do reboot da série Tomb Raider continua a ser uma dos títulos mais pitorescos da nossa plataforma favorita. Uma GTX 1050 será suficiente para apreciá-lo em 1080p com configuração em Very High (mais alta) a 40fps +.

CONFIGURACIÓN GRÁFICA UTILIZADA

RESULTADOS DE BENCHMARKS

The Division melhorou muito com as últimas correções, implementou muitas melhorias e mudou vários aspectos do jogo base. Se você pretende mergulhar no mundo do MMO Ubisoft, com a GTX 1050 podemos obter mais de 30 fps com configurações Ultra. Há sempre a possibilidade de baixar alguns detalhes para ajudar a alcançar entre 45 e 50fps.

CONFIGURAÇÃO GRÁFICA UTILIZADA

RESULTADOS DE BENCHMARKS

A GTX 1050 não tem problemas para superar os 40fps (e chegar a 45 fps com overclock) na mais recente edição da série Total War da Creative Assembly, jogando em 1080p com preset Ultra.

OVERCLOCK

O modelo GTX 1050 G1 Gaming 2G de Gigabyte, atingiu 18730 MHz no núcleo e 4004 MHz nas memórias, resultando em um aumento de entre 2 e 3 fps em 1080p. Contrariamente a GTX 1050 Ti e seu consumo limitante, o que faz com que os mhz flutuem entre 1823 e 1911 MHz, GTX 1050 permanece fixada em 1,873 MHz e não apresenta throttling. Nos vídeos de gameplay, no entanto, você pode ver que alguns jogos rodam em 1848, 1860, ou 1873 MHz, sendo Overwatch o jogo com menos tolerância de overclock.

Valores stock do núcleo e o Memórias da Gigabyte Geforce GTX 1050 Ti G1 Gaming

  • Relógio do núcleo: 1417/1531+ mhz
  • Memórias: 3504 mhz

Valores do núcleo e Memórias aplicando overclock

  • Relógio do núcleo: 1873 mhz (+160)
  • Memórias: 4004 mhz (+500)

Claro, o overclock mencionado foi feito com o método manual, porém sempre existe a possibilidade de escolher as diferentes alternativas que nos oferece a arquitetura Pascal da Nvidia:

VIDEOS DE GAMEPLAY EM 1080P

Uma vez que a 1050 GTX é uma GPU apontando para os jogos de e-sports e jogadores que procuram uma boa experiência em 1080p, decidimos gravar gameplay de Battlefield 1, Call of Duty: Infinity Warfare, Titanfall 2 e Overwatch. A margem de seus 2GB de VRAM, que em alguns casos não são suficientes, a maioria dos títulos alcançam e superam os 45fps em 1080p com a configuração mais alta (Ultra ou EPIC). Podemos dizer que a GTX 1050 G1 GAMING 2GB consegue defender-se bem.

Como sempre, nossos vídeos são gravados com Nvidia Shadowplay para mostrar as capacidades do software da Nvidia e quarta geração daqueles NVENC, que implementa a compactação de hardware HEVC Main10 10 bits de software. Por favor note que uma vez que este é uma GPU de gama média, Shadowplay normalmente leva 4-5 fps durante a gravação, de modo que o rendimento é entre 5-8 fps ao mostrado na overlay dos vídeos.

Embora muitos podem não acreditam, a nova interação da série Battlefield pode ser jogado em 1080p com detalhes Ultra com a GTX 1050 com média 40fps no modo multiplayer. Vão notar que os mhz e FPS são reduzidos nos momentos mais exigentes (como explosões), mas não estraga o campo de batalha envolvente que é Battlefield 1. Para chegar a 60fps, você pode reduzir detalhes ou a escala de resolução a 70%.

Além do ódio injustificado que muitas vezes recebe a serie anual Call of Duty, o novo Infinity Ward não só provou ser ter campanha muito bem preparada, mas também um dos melhores jogos otimizados para PC. Com esta placa de vídeo humilde Call of Duty: Infinite Warfare pode-se jogar a uma média de 50fps em 1080p com todos os detalhes ao maximo, exceto a Tessellation na configuração perto.

Não poderíamos ter testado a GTX 1050 e não gravar um vídeo do popular shooter em equipe da Blizzard. Como você pode ver abaixo, a GTX 1050 alcança uma média de 55 FPS em 1080p com preset Epic. Como mencionado anteriormente, Shadowplay tira 4-5 fps durante a gravação, no entanto a nova GPU de Nvidia consegue manter uma média de 60 fps quando não estamos gravando vídeos.

A campanha single-player de Titanfall 2, sem dúvida, passou baixo sob o radar de muitos, graças aos lançamentos de Battlefield 1, Call of Duty Infinite Warfare, e o dilúvio remanescente de títulos que saíram durante os últimos meses. É por isso que decidimos gravar uma das melhores missões com a GTX 1050, mostrando como essa GPU humilde pode manter uma média de 50 FPS em Tifanfall 2 com todos os detalhes no máximo.

XTREME GAMING ENGINE

O novo software XTREME GAMING ENGINE da Gigabyte nos permite definir os LEDs RGB no lado da placa, alterar a velocidade do ventilador, overclockear a arquitetura Pascal de diferentes maneiras, inclusive por sua vez características mais essenciais da sua outra unidade, a OC SUITE II.

TEMPERATURAS/NIVEIS DE RUIDO E PODER DE CONSUMO

Como a GTX 1050 Ti, a GTX 1050 G1 Gaming da Gigabytetem dois ventiladores totalmente silenciosos, como é geralmente nestas de placas de vídeo. Com dois ventiladores e elegante blackplate, a GTX 1050 G1 Gaming de Gigabyte, não excede 61° com clocks stock de fábrica ao estar os ventiladores em 38%, enquanto com overclock aumenta apenas um grau Celsius e 2% a velocidade do ventilador. Importante destacar que a GPU atinge ou ultrapassa 75w ao jogar com a GPU ao 100%. De fato, o consumo médio é de 55W.

Com estas temperaturas, pode-se dizer que não vai precisar de um software de terceiros para regular a velocidade dos ventiladores, a menos que queiramos aplicar algum overclock adicional, a diferença é geralmente entre 2 e 3 fps em 1080p. Aqueles que querem temperaturas ainda mais baixas para evitar throttling entre 10 e 20 MHz no núcleo, os dois software da Gigabyte (OC Suite o XTREME GAMING ENGINE) irá ajudá-los a alterar a curva de velocidade de temperatura / ventilador.

CONCLUSÃO

Como pode ser visto nas tabelas de resultados de benchmarks, a GTX 1050 é, em suma, mais do que apenas uma substituição direta para a GTX 950. Os pontos fortes do novo GPU são, definitivamente, o consumo de energia e temperaturas de 75 watts ainda mais baixos (em parte graças ao modelo de dois ventiladores GAMING G1) do que a série 900 da Nvidia, além de desempenho que, em alguns casos é igual a 1050 GTX Ti.

Embora seja difícil recomendar a 1050 GTX Ti, uma vez que nos EUA custa cerca de u$s 40 a menos em comparação com o RX 470 AMD (cujo desempenho como pode ser observado é, em alguns casos, até 50% mais rápido), a GTX 1050 é apresentado como uma alternativa com um desempenho mais acessível ideal para 1080p, já que possui 2GB de VRAM.

Enquanto Nvidia com sua GTX 1050 Ti  não poderia vencer a batalha contra o RX 470, é claro que a equipe verde conseguiu chegar antes no terreno da corrente baixa/média, uma área onde AMD geralmente sempre triunfou.

Com um desempenho adicional perceptível na RX 460, como melhor suporte de driver, novas tecnologias e uma suite com características úteis, como é a Geforce Experience, apenas um fanático de AMD poderia escolher o RX 460 sobre a GTX 1050, mesmo considerando o suporte DirectX 12.

Ser capaz de jogar quase todos os títulos que chegam ao mercado em 1080p com detalhes altos ou Ultra, não é necessário dizer que esta nova GPU de Nvidia tem tudo o que um gamer procura ao comprar uma placa de vídeo: preço, desempenho, potência de níveis de consumo e de temperatura/ruído insignificantes pelos quais não temos que nos preocupar.

Este análise foi realizado com uma amostra fornecida por Gigabyte.

[PT] GIGABYTE GTX 1050 G1 Gaming 2G - Review
Rendimiento80%
Temperatura/Ruido95%
Overclock90%
Preço80%
O bom:
  • RX 460 supera o desempenho da AMD por um semelhante
  • Baixo consumo de energia e temperaturas
  • Estética e capacidade de overclock
O ruim:
  • Apenas disponível em modelos de 2GBs
87%Nota Final
Puntaje De Lectores: (0 Votos)
0%